Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2010

medos infantis;

Diante das mais tradicionais crônicas, histórias e contos de fada estou. Monstros, fadas, gnomos, elfos, madrastas, irmãs, ursos, mingau, capas, maçãs envenenadas, fósforos, meninas, lobo, sapatinhos, príncipes encantados, e migalhas. Quem é quem? Eu nunca sei. Todos esses  seres animados e inanimados estão presentes, mas mascarados. Socorro, aqui temos uma emergência! Fada? Oi, quer conversar? Lobo! Vamos fazer algo insano? Fórforos! Quero te ajudar.. Gnomos! Gostaria de lhe servir esse prato, senhorita.. Elfos! Posso tentar preencher esse vazio? Madrasta! Sou assim como você. Meninas! Poderia matar sua fome, ou estigá-la.. Migalhas! Quer ir pelo caminho mais curto? Gostaria de provar nosso novo produto? Maçã envenenada! Entre outros casos. Quem diria que eu enfrentaria esses tantos problemas? Logo eu, que já presenciei tantas coisas, segurei tão firme. Me lembro da noite em que eu sonhei que era devorada pelo cachorro do meu tio, e meu pai me protegeu. me abraçou bem forte e disse: …

insegurança.

Isolar-me do mundo seria realmente a solução? A busca de remédios e curas para tantas incertezas e fatos passado fazem perder-me em pensamentos. As vozes me abandonaram, a terra deixou de existir. Duas certezas? Eu e meus pensamentos. Oh, quanto tempo eu esperei por alguém como você, e agora que você apareceu, eu simplesmente não sei o que fazer :/ eu só não devo ficar parada, eu sei.. mas existem tantas pessoas melhores do que eu :/
Desistir sempre foi o que eu julguei como 'a melhor saída', mas esse SEMPRE deixa de existir à partir de hoje, porque pude ver que às vezes amar não basta!
eu quero, e eu vou conseguir! <3

a decisão.

se todas as vezes em que meu mundo pareceu perder todas as cores, eu desistisse, eu não mais viveria. e se à cada queda eu me entregasse aos calabouços, não mais aqui eu estaria. o problema está na batalha para conquistar, e quando consigo o que quero, não sei o que fazer. é, eu estou com o ''queijo e a faca'' na mão. o problema é tomar um decisão, e saber a velocidade correta.. já que cronometrar ações para mim é uma tarefa quase impossível. eu só sei que é preciso manter a calma, mas nessas alturas essa palavra eu desconheço.