Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2012

Isso vai permanecer.

Prometi mais de mil vezes nunca mais chorar por garotos... Mas ainda sinto que você não é um qualquer. Vamos citar os fatos: ninguém nunca me tratou tão indiferentemente, ninguém nunca teve o que você tem ainda, e nunca me negaram com tanta persistência.  Me desculpe se me importo demais, se falo demais... Ou se apenas entrei em sua vida. Confesso que tentei me distrair nessa madrugada, mas meu orgulho foi quebrado em pedaços quando toquei meus dedos, e tentei algum contato. Fui dormir com um peso na alma: o peso de não te ter comigo no dia seguinte. Ah, quanto drama. Drama? Não sei ao certo. Agora sei que existe outra pessoa, e outro caminho a seguir... Infelizmente.
A mágoa me cegou, o que me faz ignorar todo o resto.

life for, before... die.

E faz sentido mesmo morrer por isso? chorar, de descabelar, quebrar espelhos dentro de si, ou simplesmente pensar? Não sei. O fato é que eu sempre quero me machucar pra aprender, mas nunca aprendo... E tudo piora. Dias e dias em casa, e isso só me faz sentir mais vazia, mas sei que não estou sozinha, porque tenho a fé em mim. Hey, tal agonia! Vá embora, por favor?