sábado, 18 de junho de 2011

I promise I'll be strong.

eu estava com tanto medo, eu sempre tive tanto medo de eu mesma. Só queria dizer o que eu realmente estava pensando, mas eu sempre tive tanto medo de eu mesma. O quanto eu poderia estar grata, não existiam palavras para poder expressar. Os seus cuidados, eu só estava realmente pensando em como dizer, mas eu sempre tive tanto medo de eu mesma. Eu só queria dizer, mas além de dizer, vinha o desejo de demonstrar. E tentar mais uma vez fazer tudo aquilo que o medo de ser eu mesma, e então a adrenalina começa a correr em minhas veias e as palavras disparam em meus lábios e sinto vontade de gritar, pular e fazer todas as coisas que eu jamais teria coragem de fazer quando tinha medo de ser quem eu sou. Dessa vez eu vou ultrapassar todos os meus limites, e as barreiras impossíveis de serem derrubadas vão desaparecer, porque você não me amedronta mais, não mais. Eu agora sou quem eu tanto queria ser, quem eu sempre quis ser. Quem eu sempre fui, só faltava descobrir. Não mais você vai me ver pelos cantos lamentando sobre a minha pobre mente esfarrapada e cheia de machucados, pois agora essa alma tem suas cicatrizes, cicatrizes de uma vida sofrida, porém, com algum significado de vida, aprendizado e muita coisa pra contar. Pra sempre agora você irá olhar para mim com outros olhos, com um ar de.. algum ar, diferente do que via antes. Anteriormente, eu era apenas um pedaço de carne sem sentido vagando pelas ruas, e agora você vai me ver como um ser que também respira e também pode aproveitar. E então a adrenalina acaba, tudo fica confuso e eu volto a ficar calada olhando para o nada sem saber como me expressar e o que expressar. Tudo está muito vazio e confuso, e o amanhã está muito mais perto do que eu posso imaginar ou projetar. Não mais irei sofrer, eu prometo. É brincadeira, pois sei que algum tempo depois estarei mais uma vez. Prometo tentar, isso sim posso cumprir. Eu definitivamente estou começando a acreditar, e a ter a maior prova de que meu salvador existe.